Fontes do site Commercial Times sugerem que os processadores Intel Meteor Lake de 14ª geração devem contar com chips fabricados pela TSMC. Apesar de ainda não haver anúncios ou confirmações oficiais, a recente mudança drástica de estratégia com a abertura das próprias fábricas para concorrentes e a parceria com a fundição taiwanesa para produção das GPUs gamer Arc reforçam essa possibilidade.

Intel Meteor Lake pode trazer chips feitos pela TSMC

Segundo as informações, a Intel deve utilizar a litografia de 3 nm (N3) da TSMC para fabricação das GPUs integradas dos processadores Meteor Lake, que estarão separadas em um die dedicado.

A gigante taiwanesa também ficaria responsável pelo SoC-LP, seção do processador dedicada às memórias e às opções de conectividade como barramento PCI-E e rede Wi-Fi, que pode ser fabricado com o processo N5 de 5 nm, ou N4 de 4 nm. O Compute Tile, área dedicada aos núcleos de processamento, seria mantido nas mãos da Intel, utilizando a litografia Intel 4, de 7 nm.

Considerando que as GPUs Intel Ponte Vecchio, presentes na imagem, já contam com tecnologia da TSMC, uma parceira entre as duas companhias para os chips Meteor Lake seria natural (Imagem: Stephen Shankland/CNET)

Os rumores são apoiados por múltiplos fatores: o primeiro é o novo plano de negócios da Intel, o IDM 2.0, pelo qual a companhia não apenas abre as próprias fundições para atender a concorrentes, como também passa a distribuir a produção de alguns de seus produtos para rivais, garantindo “que os processadores sempre utilizem a melhor tecnologia”, de acordo com a empresa.

Mais importante, Intel e TSMC já são parcerias na fabricação de outros componentes, incluindo as GPUs Intel Arc para o público gamer, que utiliza a litografia N6 de 6 nm, assim como partes da Ponte Vecchio, a solução gráfica para computação de alta performance da companhia. Dessa maneira, o estabelecimento de um novo acordo para a linha Meteor Lake seria natural.

14ª geração é primeira com design MCM

Depois da estreia da arquitetura híbrida na 12ª geração Alder Lake, a Intel irá reimaginar sua família de processadores mais uma vez com a 14ª geração Meteor Lake. Também munidas de design híbrido, a 14ª geração seria a primeira da companhia a chegar aos consumidores comuns utilizando o formato Multi-Chip Module (MCM), em que o chip maior é composto por diversos chips menores, também chamados chiplets.

A 14ª geração Meteor Lake é a primeira da Intel a trazer múlltiplos chips em um, e já se encontra em estágio bastante avançado de desenvolvimento (Imagem: Stephen Shankland/CNET)

No caso das CPUs Meteor Lake, a Intel já confirmou três chiplets diferentes: o Compute Tile, com uma combinação dos novos P-Cores Redwood Cove de alto desempenho e E-Cores Crestmont de baixo consumo, o SoC-LP, com os elementos de conectividade e memórias, e o GPU Tile, trazendo gráficos integrados com até 192 Unidades de Execução (EUs), a maior GPU integrada já desenvolvida pela Intel.

A 14ª geração da gigante de Santa Clara está prevista para chegar ao mercado em 2023, possivelmente no último trimestre do ano, caso a companhia mantenha o ciclo de lançamentos visto até então.

Fonte: Commercial Times, WCCFTech

By Lucas Rodrigues Monteiro

Bacharel em Sistemas da Informação, Certificado MCTS 70-680 / MOS, Trabalho como Administrador de Redes, Firewall e Servidores Windows e Linux! Minhas atividades favoritas são: Caminhar, Fazer Trilhas, Natureza, Insetos e claro ler sobre Tecnologia.

Deixe uma resposta

Translate »