//Instalando o Joomla 3 no Ubuntu server 16

Instalando o Joomla 3 no Ubuntu server 16

Pré requisitos
Instalar Apache, MySQL e PHP7 no Ubuntu 16 conhecido como LAMP

Instale o unzip

apt-get install unzip -y
Baixe a última versão do Joomla, está foi a versão mais atual de quando fiz o post.
wget https://github.com/joomla/joomla-cms/releases/download/3.6.4/Joomla_3.6.4-Stable-Full_Package.zip
mkdir /var/www/html/site
unzip Joomla_3.5.1-Stable-Full_Package.zip -d /var/www/html/site/
Atribuindo as permissões no diretório
chown -R www-data.www-data /var/www/html
chmod -R 755 /var/www/html
Reiniciando o Serviço
systemctl restart apache2.service

Acesse o PHPMyAdmin e crie a base de dados para a instalação do Joomla
http://localhost/phpmyadmin/

Untitled-4.jpg

Após acessar basta criar a base e acessar a instalação do joomla

Untitled-6.jpg

http://localhost/site/

Pronto é só seguir o passo a passo da instalação do Joomla que além de ser intuitivo é em português Br.

Joomla! (pronuncia-se djumla) é um dos principais sistemas de gestão de conteúdo da atualidade (Content Management SystemCMS). A separação entre design, programação e conteúdo permite uma grande flexibilidade na produção de sites com design extremamente personalizado. Além disso, existem milhares de modelos prontos que agilizam o processo de criação de sites com rapidez e menor investimento.

O Joomla! é utilizado para o desenvolvimento de lojas virtuais, blogs, revistas online, portais de conteúdo, jornais, catálogos de produtos/serviços e diversos outros formatos de conteúdo. Isso é possível devido à grande diversidade de extensões – 10.071 mil – que permitem agregar novas funcionalidades com rapidez e eficiência. Possui versões em 64 idiomas e 2,8% dos sites da internet utilizam o Joomla!. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor Web Apache ou IIS e base de dados MySQL.

É um projeto livre e open source (licença GNU/GPL) e a sua última versão estável é a 3.7.2 (em 23 de Maio de 2017); a sua última versão legada é a 1.5.26. O Joomla! recebeu em 2011 o prêmio de melhor CMS Open Source.